Notícias

Governador visita São Bento e libera obra para penitenciária industrial

Data de inclusão: 22/05/2019 16:35

Na manhã desta quarta-feira o governador do Estado, Carlos Moisés da Silva, esteve realizando sua primeira visita oficial a São Bento do Sul.

O governador e sua comitiva, que contou inclusive com o secretário de Estado de Justiça e Cidadania, Leandro Lima, esteve no gabinete do prefeito Magno Bollmann onde assinou a ordem de serviço para início das obras da Penitenciária Industrial de São Bento do Sul.

Na ocasião, o governador destacou o apoio recebido da sociedade local em prol da obra. "É um grande trabalho humanitário que está sendo feito aqui, com a parceria para receber essa unidade prisional em São Bento. O Estado não teria como avançar nesta política do sistema sem esta parceria, sem a boa vontade do prefeito, dos empresários, de todo o sistema de justiça, Ministério Público, enfim, da sociedade local. A aproximação com a iniciativa privada nos dá a esperança de um sistema melhor, pois o Estado não teria como avançar nesta questão para ressocializar os detentos sem este apoio. Quanto mais próximos estivermos mais chances de ressocialização nós teremos", disse Carlos Moisés.

O governador também anunciou o lançamento de edital para concurso público nos próximos dias. O concurso abrirá 600 vagas para o sistema prisional no estado.

Já o prefeito Magno Bollmann destacou o fato de ser a primeira vez que como prefeito recebe um governador em São Bento do Sul. Magno ainda fez questão de lembrar da história da penitenciária, cujas primeiras conversas surgiram em sua primeira gestão, de 2009 a 2012. "Na ocasião nos ofereceram um presídio e eu disse na época que se fosse para amontoar presos nós não aceitaríamos, mas se fosse uma penitenciária industrial que contribuísse para a ressocialização dos detentos aí sim nós aceitaríamos", disse o prefeito, que fez questão de destacar o apoio do empresário Alcides Rudnick, que realizou a doação do terreno para a obra.

O deputado estadual Silvio Dreveck também teceu comentários sobre esta obra que está por iniciar. Disse que o empenho para concretizar essa penitenciária industrial aqui em São Bento do Sul foi de muitas pessoas. "Houve uma mobilização local. Primeiro deve-se destacar que São Bento aceitou, quando muitos lugares onde o governo pretende fazer uma penitenciária  não aceitam. Depois temos que agradecer especialmente em nome de todos pela paciência e pela doação do terreno realizada pelo senhor Alcides Rudnick, pelo empenho e persistência do secretário Leandro Lima, e ao governador por neste momento estar disponibilizando o investimento para esta obra", disse o deputado.

E por fim, Leandro Lima fez questão de comentar que toda obra estava orçada em R$ 32 milhões, mas que com o processo licitatório houve uma redução para R$ 23,2 milhões. "E muito provavelmente estes recursos ficarão aqui na região, pois o valor será investido no presídio de Mafra para resolver o problema de falta de vagas", disse o secretário.

Segundo Leandro, a penitenciária industrial de São Bento do Sul contará com uma área de 10 mil metros quadrados construída e o prazo de construção é de 24 meses para conclusão.

E quanto ao interesse de empresas em trabalhar com a penitenciária industrial, Leandro comentou que em junho será lançado um chamamento público para um pré-cadastro das empresas interessadas. "Esta forma de se trabalhar e de ressocializar as pessoas é o sistema prisional não sendo um peso para a sociedade catarinense, mas parte da solução", concluiu.


Reivindicações
A visita do governador do Estado ao município também foi uma oportunidade para que diversas reivindicações lhe fossem entregues.
Na ocasião, o prefeito Magno Bollmann entregou um ofício contendo as seguintes reivindicações para o município e região:

1. Restauração da Rodovia SC-418 em toda a sua extensão com ênfase à Serra Dona Francisca e ao Perímetro Urbano de São Bento do Sul, priorizando a construção de rotatória na interseção com a Avenida dos Imigrantes;
2. Recursos financeiros para implantação e construção do Pronto Atendimento Municipal de São Bento do Sul;
3. Priorização da análise do EIA-RIMA do Contorno Central Norte, que se encontra no IMA (Instituto do Meio Ambiente);
4. Construção do Portal Turístico na SC-418, rodovia esta que leva aos destinos turísticos do Quiriri;
5. Interceder junto a CIDASC para aumento do prazo de pagamento de 20 para 48 meses do imóvel pertencente a instituição na cidade, que encontra-se em fase de aquisição;
6. Manutenção da parceria entre a SDS - Secretaria de Desenvolvimento Sustentável e a Prefeitura de SBS para o desembaraço burocrático e conclusão do aditivo, objetivando concluir o Centro de Inovação, cuja obra se encontra paralisada em função de divergências no projeto;
7. Reforma da cobertura do Centro de treinamento do tênis de mesa;
8. Reforma e ampliação de algumas unidades educacionais da rede municipal de ensino, conforme projetos em anexo;
9. Instalação da 4º e 5º Vara no Fórum da Comarca de São Bento do Sul;

O empresário Alcides Rudnick também aproveitou a ocasião para reforçar o pedido especial para que o governador desse preferência e urgência para a construção de um trevo na saída da Avenida dos Imigrantes, local este de seguidos acidentes de trânsito.
O deputado Silvio Dreveck inclusive comentou que já existe o projeto orçado para realização desta obra, algo em torno de R$ 4 a 5 milhões, conforme comentou.

Sobre as rodovias em especial o governador disse: "A questão das rodovias a gente sabe que no Estado todo foi ficando e a gente precisa fazer todas as frentes ao mesmo tempo", disse.

Carlos Moisés comentou ainda que o estado durante 2017 investiu o ano todo menos de R$ 50 milhões em rodovias. "Para esse segundo semestre separamos R$ 74 milhões para manutenção das rodovias, e ano que vem R$ 120 milhões além do que o DNIT já investia. Esses R$ 120 milhões ao ano são para injetar nos consórcios de municípios, pois nós entendemos que os problemas estão nos municípios, é onde sentem mais, onde as pessoas vivem.
Então o estado não quer se livrar do seu compromisso, o que a gente quer na verdade é oferecer a nossa parceria no sentido de tanto as rodovias nos municípios quanto as estaduais reformar, onde todos fiscalizam, todos unem forças, e acredito que seja mais rápido e mais barato desta forma", concluiu o governador.

Acompanharam a visita do governador no gabinete do prefeito Magno Bollmann o vice-prefeito Marcio Dreveck; procurador do município Giancarlo Grossl; presidente da Câmara de Vereadores de São Bento do Sul Peter Alexandre Kneubuehler, o prefeito de Campo Alegre Rubens Blaszkowski; prefeito de Rio Negrinho Julio Cesar Ronconi; diretor do Fórum da Comarca, juiz Rafael Espíndola Berndt; delegado da comarca Odair Rogério Sobreira Xavier; comandante do 23º Batalhão da Polícia Militar Ten. Cel. Fabiano Dias Perfeito; comandante da 12ª Região de Polícia Militar Coronel Amarildo de Assis Alves; comandante do Corpo de Bombeiros de São Bento do Sul capitão Edmilson Duffeck; presidente da ACISBS Jonathan Roger Linzmeyer; presidente da OAB São Bento do Sul Maurício Willemann e demais convidados.

Joberth Krause – MTB 4280SC
Assessoria de Imprensa
Prefeitura de São Bento do Sul
Contatos: imprensa@saobentodosul.sc.gov.br | 3631.6132 | 3631.6114 | 3631.6154 | 3631.6148
 

Imagens relacionadas

Governador visita São Bento e libera obra para penitenciária industrial
Governador visita São Bento e libera obra para penitenciária industrial
Governador visita São Bento e libera obra para penitenciária industrial
Todos os direitos reservados © 2019 Prefeitura de São Bento do Sul