Notícias

IMA realiza soltura de aves e estuda implantar CETAS em São Bento

Data de inclusão: 16/10/2019 15:43

A tarde desta terça-feira foi marcada por mais um evento de soltura de aves na região da APA Rio Vermelho/Humboldt em São Bento do Sul.

Desta vez, sob a responsabilidade do IMA - Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina, três exemplares de ave azulão que foram reabilitados no CETAS - Centro de Triagem de Animais Silvestres localizado no Parque Florestal Rio Vermelho, em Florianópolis, foram soltos na região do Parque das Aves, em Rio Natal.

Estiveram em São Bento do Sul para a soltura o gerente de desenvolvimento ambiental do IMA de Mafra, Ademir Chaves, e da Diretoria de Biodiversidade e Florestas do IMA, a Gerente de Biodiversidade e Florestas bióloga Ana Verônica Cimardi.

O diretor de Meio Ambiente da Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente de São Bento do Sul, Marcelo Hubel, também participou do ato, juntamente com o prefeito Magno Bollmann, que antes de seguir para o Parque das Aves com todos, realizou uma reunião em seu gabinete para discutir a implantação de um CETAS em São Bento do Sul.

CETAS

O Centro de Triagem de Animais Silvestres localizado no Parque Florestal Rio Vermelho, em Florianópolis, é atualmente responsável pela recuperação e reintegração de animais silvestres à natureza.

Atualmente duas entidades atuam no CETAS, o Instituto Espaço Vida Silvestre, que é responsável pelas aves e animais terrestres, e a Associação R3 Animal, responsável pelos animais de ambiente marinho.

A ideia de se implantar um CETAS em São Bento do Sul é recente, mas conforme comentou Marcelo Hubel, "existe de fato uma real possibilidade de se implantar um CETAS aqui em São Bento do Sul. Toda a questão das normas do CETAS ainda é algo novo para o IMA, mas eles estão interessados em verificar a fundo esta questão", disse.

As solturas de aves continuarão a ser realizadas na área da APA em São Bento do Sul. O diferencial é que serão com mais frequência, pois o IMA optou por realizar solturas com menor quantidade de indivíduos e em pontos diferenciados na unidade de conservação.

Durante as conversas, Ana Cimardi comentou que São Bento do Sul pode ser o início de um modelo piloto no Estado, onde poderia receber aves para soltura imediata após apreensão da Polícia Militar Ambiental, ou ainda ser um cuidador temporário até a soltura das aves.

Conforme comentou durante a soltura no Parque das Aves, diversas possibilidades ainda serão avaliadas, como o próprio modelo do CETAS de Florianópolis, ou uma parceria de forma diferenciada de cuidados.

O prefeito Magno Bollmann ressaltou a importância deste momento de reconhecimento. "O IMA não viria até São Bento do Sul com esta intenção se não fosse o histórico de ações que temos na região. Todo o histórico de preservação ambiental, APA, plano de manejo, PSA, parceria com Polícia Militar Ambiental, enfim, todas estas grandes ações capacitam nossa região a receber um CETAS, e isto é motivo de orgulho para nós", disse o prefeito.

A partir de agora a equipe do IMA prosseguirá nos estudos para verificar qual modelo de CETAS poderá ser implementado em São Bento do Sul.

"Eles irão verificar toda parte legal, e por se tratar de algo novo, com a possibilidade de um projeto piloto no Estado, estamos confiantes de que teremos em breve ótimas notícias", conclui Marcelo.

 

com fotos

 

Joberth Krause – MTB 4280SC

Assessoria de Imprensa

Prefeitura de São Bento do Sul

Contatos: imprensa@saobentodosul.sc.gov.br | 3631.6132 | 3631.6114 | 3631.6154 | 3631.6148

Imagens relacionadas

IMA realiza soltura de aves e estuda implantar CETAS em São Bento
IMA realiza soltura de aves e estuda implantar CETAS em São Bento
Todos os direitos reservados © 2019 Prefeitura de São Bento do Sul